Neste artigo, partilho as minhas despesas mensais médias de 2013. Descubra quanto gastei mensalmente em Alimentação, Electricidade, Água, Gás e Transportes, entre outras categorias.

Ao fazer uma análise detalhada às minhas despesas de 2013, perguntei-me se os meus valores estariam dentro da média. Como não é fácil encontrar na Internet outros casos para comparação, achei que seria útil partilhar as minhas despesas mensais. Aqui vão!

Despesa mensal média: 845.14€

Numa rápida consulta ao Boonzi, constatei que as minhas despesas mensais médias em 2013 foram de 845.14€. Abaixo, segue a distribuição deste montante por categorias:

despesas-mensais1

Alimentação: 23.9% | 172,14€

Sem grandes surpresas, Alimentação ocupa o topo da lista. É responsável por 23.9% das despesas mensais totais, o que equivale a 172.14€. Incluo nesta categoria Mantimentos (compras em supermercado), Cafetaria e Restauração, sendo que nos mantimentos não vou ao detalhe de separar os detergentes e semelhantes.

Habitação: 21.1% | 151.56€

21.1% do meu orçamento mensal vai para as despesas fixas com a Habitação. Ou seja, no meu caso são 151.56€ por mês em Electricidade, Gás, Agua, Condomínio e TV+Net+Voz. Os valores mensais destas despesas estão discriminados mais abaixo.

Transportes: 16.1% | 115,92€

Transportes são responsáveis por 16.1% das despesas mensais, o que corresponde a uma média de 115,92€ por mês. Incluo aqui combustível (diesel), manutenção do automóvel, Via Verde, estacionamento (Emel e parques), e transportes públicos, tanto para as viagens curtas (dia a dia na cidade), como para as longas (as poucas viagens Lisboa-Algarve que fiz em 2013 para visitar a família).

Sou um afortunado nesta categoria: vivo a 15 minutos do trabalho (de automóvel), e, tirando o combustível, não tenho gastos diários com portagens ou estacionamentos.

Juros de créditos: 10.5% / 59.20€

Seguem-se os Juros com o Crédito à Habitação (CH), que representam 10.5% das minhas despesas mensais, num total de 59.20€/mês. De notar que eu opto por considerar as amortizações como redução do valor em dívida, separando-as dos juros, para que possa analisar os totais dos juros e das amortizações separadamente.

A minha amortização mensal foi de 124.64€, pelo que se a somar aos juros, a minha despesa mensal com a prestação da casa passa a 183.84€. Sou também afortunado nesta categoria, dado o meu CH ter um spread baixo (0,35), um valor em dívida moderado (+-90k), com o prazo máximo, e não possuir mais nenhum crédito.

Electrodomésticos: 8.2% | 58.93€

Em 2013 tive que comprar um frigorífico (um “combinado”), que, diluído mensalmente, teve um impacto de 8.2% no orçamento mensal – ou seja, 58.93€ por mês.  Todos os anos há um electrodoméstico que avaria ou um item de mobiliário que precisa de substituição, pelo que, na minha opinião pessoal, considero estes 59.9€ como um valor que em média, queirâmos ou não, está sempre presente no orçamento mensal.

Restantes categorias: 20.3% | 145.84€

As restantes despesas mensais diluem-se por:

  • Vestuário (3.4% | 24.26€)
  • Telemóvel (2.8% | 20.48€)
  • Seguros (2.8% | 19.9€),
  • Despesas Bancárias (2.1% | 14.78€)
  • Lazer (1.9% | 13.45€ )
  • Saúde ( 1.5% | 11.5€)
  • Prendas (1.4% | 10.37€ )
  • outras menores.

A minha principal surpresa ocorreu na despesa com comissões bancárias (gestão de conta, anuidades de cartões, e afins): 177.17€/anuais! Defini como objectivo renegociar estes valores.

2013 foi um ano de contenção – foi o ano em que colocamos o Boonzi no mercado, ao qual me dediquei a 100% sem auferir qualquer vencimento mensal (a vida de empresário é assim 🙂 ), e como tal não tinha margem de manobra para grandes aventuras. Não houve direito a férias, pelo que Lazer se manteve nos 13.45€/mês, e tive a sorte de ter boa Saúde, representando esta apenas 1.5% do orçamento mensal (11.50€).

Consegui cumprir o objectivo de reduzir bastante as minhas despesas mensais em Prendas – categoria que tinha definido como “alvo a abater” em 2013, depois de constatar no início do ano passado que as despesas em prendas de Natal, Aniversários e outros dias festivos, eram responsáveis por uma fatia demasiado grande do orçamento mensal.

Despesas mensais com Habitação (Electricidade, Gás, Água, etc)

A última coluna do relatório de Fluxo de Caixa do www.boonzi.pt/oferece informação preciosa: a média de despesas mensais para cada categoria e sub-categoria para o número de meses em análise.

habitação1

Consultando esta coluna, é fácil ver como se dividem os 151.56€ em despesas mensais com Habitação:

Categoria Despesa Média
Electricidade (EDP) 44.40€
TV&Net (Vodafone) 37.43€
Condomínio (São Brás) 25.96€
Gás (Galp Energia) 22.90€
Água (SMAS) 19.70€
Cons. Esgotos (SMAS) 1.17€

Se optar por juntar a prestação do CH (183.84€) à categoria de Habitação, obtemos um total de 335.57€ de despesas mensais em Habitação.

A despesa mensal com Electricidade é de longe a que me deixa mais surpreso: passo pouco tempo em casa, e o único equipamento ligado é o frigorífico (A+++). Tenho, inclusivé, o cuidado de desligar as “boxes” da tv, e outros equipamentos. A potência contratada é de 4.6kVA, e estou em bi-horário. Surpreende-me como é possível ter uma despesa mensal tão alta em Electricidade.

Como cheguei a estes dados

Estes dados foram extraídos do www.boonzi.pt/. Todo o histórico de transacções de 2013 está registado no Boonzi, certinho ao cêntimo, pelo que, para retirar as percentagens, bastou consultar o relatório de Categorias com a seguinte configuração:

  • Período: Ano anterior
  • Visualização: Circular
  • Agregar: Sim
  • Mostrar: Despesas

Para obter os valores das despesas médias mensais por categoria sem fazer cálculos, bastou ir ao relatório do Fluxo de Caixa e ver as médias na última coluna.

Conclusão: 845€ de despesas mensais

Num ano de contenção, sem filhos, sem créditos ao consumo, sem grandes gastos em Lazer e Restauração e sem nenhuma “surpresa anual” (p. ex., complicações de saúde, ou avarias no carro) em 2013, as minhas despesas mensais médias rondaram os 845€.

Não consigo deixar de ficar surpreso com a ginástica que muitas pessoas ou famílias em dificuldade precisam de fazer para conseguir manter as suas despesas mensais em valores ainda mais baixos…

Tenho curiosidade em conhecer as despesas de outros portugueses, em especial as despesas fixas. Estarão os meus valores dentro da média? Quanta gasta em electricidade mensalmente?  E em água e gás? E em alimentação? Fique à vontade de partilhar as suas despesas nos comentários abaixo 🙂

Etiquetas

Gostava de gerir melhor o seu dinheiro?